Prato do Pie (lê-se paio)
Visite o novo docesecompanhia.net


Fonte: Cucbuc - Receitas ao Molho

Ingredientes:

  • Frango ou coelho ou vitela em pedaços
  • cerca de 8 batatas grandes
  • ervilhas em grão (0,5 Kg)
  • 1 cebola grande
  • 2 cenouras
  • 2 tomates maduros
  • azeite
  • óleo de milho ou outro
  • salsa
  • alho
  • sal
  • 2 tigelas de farinha com fermento
  • margarina de culinária
  • 1 ovo

Confecção:

Este prato pode ser confeccionado com frango, coelho ou vitela. Seja qual for a carne, parte-se em pedaços pequenos que se alouram numa frigideira, em óleo de milho. Reservam-se. Num tacho largo faz-se um estrugido (= refogado) com a cebola bem picadinha, em azeite. Quando a cebola já estiver bem lourinha, junta-se meia cenoura ralada. Mexe-se bem e acrescenta-se o tomate sem pele aos bocados, um pouco de salsa e 1 dente de alho picado. Junta-se a carne (sem o molho que entretanto largou), as cenouras cortadas em cubinhos, acrescenta-se um pouco de água até cobrir, e deixa-se cozer em lume brando.
Quando a carne estiver quase cozida, metem-se as batatas (aos cubos médios) e as ervilhas. Se tiver pouco molho, acrescenta-se água (quente) e tempera-se de sal. Deixa-se cozer tudo, mas de modo a não se desfazerem as batatas. Vai-se agitando o tacho de vez em quando.
Enquanto se vai fazendo o guisarote, prepara-se a seguinte massa: Na pedra mármore ou mesa em material que não absorva líquidos, põe-se a farinha (1 tigela), faz-se uma cova no meio onde se coloca um ovo inteiro (à temperatura ambiente), um pouco de sal e cerca de uma colher de sopa de margarina. Mistura-se tudo muito bem e vai-se pondo aos poucos água morna temperada com sal. Vai-se trabalhando a massa, acrescentando mais um pouco de margarina e farinha quanto baste. Está pronta quando deixar de agarrar às mãos. Molda-se então numa bola e cobre-se com um pouco de farinha e envolve-se com um pano. Deixa-se repousar pelo menos 10 minutos. Depois tende-se com o rolo da massa, de modo a ficar um rectângulo grande.
Entretanto liga-se o forno para ir aquecendo.
Deita-se o guisado num tabuleiro ou pirex de ir ao forno e que possa ir à mesa. Cobre-se com a massa tenra (convém serem 2 pessoas a efectuar esta operação, depois com o treino já se faz só), apara-se à volta e pressiona-se a toda a volta para a massa agarrar ao pirex. Com os bocados que sobram fazem-se uns rolinhos que se vão pondo em diagonal, de lado a lado e depois cruzando. Nos espaços põem-se bolinhas dos bocadinhos mais pequenos da massa. Vai a forno bem quente (a meio) com o calor de baixo (não grill), até a massa ficar cozida (cerca de 10 minutos).

Curiosidade: O nome “Pie” tem a seguinte explicação. Este prato era feito em casa da minha Avó inglesa, a qual adaptando as famosas “pie” do seu País ao tamanho da família - 8 filhos, tias e tios-avós, visitas permanentes e “n” empregados - começou a fazê-las em tabuleiros grandes. Com o passar dos anos, foi-se aportuguesando e diz-se “paio”, mas não tem nada a ver com enchidos.




:: Receitas
   Entradas
   Cocktails
   Saladas
   Sopas
   Carnes
   Peixes
   Marisco
   Sirva com...
   Doces e bolos
:: Especiais
   Natal
   Dia São Valentim
   Páscoa
:: Vegetarianas
   Natal
:: Úteis
   Promoções
   Cursos Formação
   Massa Corporal
   Newsletter  Subscreva a nossa newsletter!
   Recomendar
   Notícias
:: Publicidade

© 2010, Doces & Companhia | Termos de Uso | Política de Privacidade