Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O Movimento Nacional de Empresários da Restauração, criado este mês no Porto, anunciou esta quarta-feira, numa carta enviada ao primeiro-ministro,garrafas gelo Pedro Passos Coelho, que vai convocar para dia 25 de setembro um «dia sem cartões» nos restaurantes.

«Decidimos que no dia 25 vamos fazer um apelo a que ninguém aceite cartões. O dia sem cartões de crédito. Uma das formas para pressionar quem tem poderes», afirmou à Lusa o coordenador do movimento, José Pereira.

Na carta, com a data de terça-feira, o movimento faz «um apelo dramático e urgente para salvar o setor da restauração da falência», acrescentando que com o IVA nos 23 por cento é «impossível cumprir e honrar» os compromissos, convocando, por isso, «o dia sem Terminal de Pagamento Automático (TPA) na restauração».

Para além da iniciativa agendada para 25 de setembro, está ainda por marcar a manifestação nacional, que será calendarizada de acordo com o programa da discussão do IVA na restauração no âmbito do Orçamento do Estado para 2013, esclareceu o documento do movimento.

José Pereira adiantou que na reunião de direção da próxima semana vai ser decidido o modelo de uma outra ação de protesto, desta feita para «sensibilizar os senhores da troika» (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional) que se encontram agora em Portugal.

Na semana passada, o recém-criado movimento apelou à tomada de medidas pelo Governo para ajudar o setor e avisou que, caso tal não aconteça, vão convocar uma manifestação perante o Parlamento.

Em conferência de imprensa na Alfândega do Porto, com a presença de cerca de 50 empresários, o representante do movimento José Pereira alertou que os próximos meses podem significar «o fim deste setor», apelando à intervenção do Governo, através da participação de elementos dos ministérios da Economia e das Finanças numa comissão de análise do setor.

Fonte: Agência Financeira